Campanha Mogi + Rosa realiza 1.637 mamografias e 2.035 coletas de Papanicolaou

Secretaria de Saúde

06 de novembro de 2018
Acessibilidade

A Campanha Mogi + Rosa 2018 realizou 1.637 mamografias, 520 ultrassonografias de mama e 29 biópsias de mama entre os dias 1º e 31 de outubro. Deste total, 151 exames apresentaram alterações e as pacientes foram encaminhadas para consultas com mastologista.

O câncer de mama está entre as doenças mais temidas pelas mulheres devido à alta frequência e seus efeitos físicos e psicológicos. Entre os sintomas perceptíveis estão o surgimento de nódulo ou tumor no seio, acompanhado ou não de dor mamária. Também podem surgir alterações na pele que recobre a mama e nódulos palpáveis na axila.

Como nos anos anteriores, a Campanha Mogi + Rosa também trabalhou a prevenção do câncer de colo de útero por meio do Papanicolaou. Durante o mês de outubro, foram realizadas 2.035 coletas, das quais 185 exames apresentaram alterações e estão sendo encaminhados para avaliação dos médicos ginecologistas.

“O câncer de mama e o câncer de colo do útero são doenças graves, mas que podem ser curadas desde que diagnosticadas nas fases iniciais. Por esse motivo, essas campanhas são fundamentais e cada vez mais ganham espaço nos equipamentos de saúde”, avalia o secretário municipal de Saúde, Téo Cusatis.

 

CAMPANHA MOGI + ROSA 2018

Procedimento

De 1º a 31/10

Mamografias realizadas

1.637

Mamografias alteradas ou inconclusivas

151

Biópsias + PAAF de mama

29

Utrassonografias de Mama

520

Coletas de Papanicolaou

2.035

Papanicolaou - exames alterados

185