Secretário de Saúde visita unidades revitalizadas e conhece detalhes de programas

Secretaria de Saúde

23 de janeiro de 2019
Acessibilidade

O secretário municipal de Saúde, Francisco Bezerra de Melo, esteve nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Ponte Grande, Botujuru e Jardim Ivete, nesta tarde de quarta-feira (23/01), onde conversou com funcionários e pacientes. Na Ponte Grande, o secretário também conheceu detalhes de dois importantes programas: Melhor em Casa e Práticas Integrativas e Complementares.

As visitas aos equipamentos de saúde estão ocorrendo desde a semana passada, logo após ter sido empossado no cargo. “Já estive no Caps AD, no Hospital Municipal e agora nestes três Postos de Saúde. Nos próximos dias, quero visitar outras unidades para conversar com os profissionais e conhecer todos os detalhes do atendimento”, explicou.

As unidades visitadas nesta quarta-feira fazem parte de um pacote de obras de revitalização iniciado no ano passado. Os serviços incluem reparos de manutenção e pintura, que estão sendo executadas sem interrupção do atendimento ao público. Já foram revitalizados os Postos de Saúde do Quatinga, Botujuru, Nove de Julho, Jardim Ivete, Ponte Grande e Santo Ângelo.

Na Vila Suíssa, o trabalho executado foi a reforma do telhado, enquanto a unidade do Programa Saúde da Família Jardim Aeroporto III foi contemplada com a implantação de um consultório odontológico. “As unidades e serviços são escolhidos de acordo com prioridades”, informou a diretora do Departamento de Rede Básica, Rebeca Barufi, que acompanhou o secretário nas visitas. Segundo ela, as próximas revitalizações devem ocorrer nos Postos de Braz Cubas e Vila Moraes.

Durante a visita às estruturas, o secretário aproveitou para conversar com a equipe e conhecer os diferenciais de cada unidade. Na UBS Ponte Grande, por exemplo, além dos atendimentos convencionais, funciona também o Programa Melhor em Casa, serviço de alta complexidade que presta assistência domiciliar multiprofissional e integral a pacientes portadores de patologias crônicas e com impossibilidade de locomoção. “O Melhor em Casa faz parte de uma iniciativa do Governo Federal que presta um importante serviço aos pacientes acamados de longa permanência e suas famílias”, explicou o médico Felisberto Nogueira ao secretário.

O Melhor em Casa sucedeu o Programa Visita Médica Domiciliar, implantado pela Prefeitura de Mogi das Cruzes em 2006, que conta com uma equipe multiprofissional para pacientes que não podem se deslocar ao Posto de Saúde para o acompanhamento médico e dependem de um cuidador. São a maioria idosos com sequelas de AVC, Alzheimer, Parkinson, Diabetes e outras doenças, e alguns jovens com sequelas de traumatismo crânio-encefálico, vítimas de acidentes diversos.

Outra iniciativa observada pelo secretário em sua visita faz parte do Programa de Práticas Integrativas e Complementares. Na UBS Ponte Grande, a psicóloga Marina Consolaro coordena oficinas terapêuticas que complementam os atendimentos individuais e em grupo. “Os pacientes trabalham com jardinagem e com o cultivo de plantas medicinais, como boldo e babosa, o que é simples, mas extremamente positivo e que demonstra um grande e interesse da equipe”, elogiou o secretário.

Outros grupos de Práticas Integrativas e Complementares de Saúde são realizados em unidades como Jundiapeba, Vila Suíssa e Jardim Camila.