Prefeitura investe R$ 7 milhões em megamutirão de zeladoria

Secretaria de Serviços Urbanos

17 de abril de 2019
Acessibilidade

O prefeito Marcus Melo visitou o distrito de Jundiapeba na manhã desta quarta-feira (17/04), para acompanhar o início de um megamutirão de zeladoria, que será realizado por 30 dias em diversos pontos da cidade. O objetivo da força-tarefa é atender com trabalhos de manutenção demandas da população, aproveitando o término do período de chuvas, o que possibilita a execução de trabalhos mais complexos.

“Nosso objetivo é sempre melhorar a qualidade de vida dos cidadãos. Por isso, estamos investindo em serviços de manutenção de maneira concentrada, para atender o que não foi possível no período de chuvas e já executar trabalhos preventivos. Serão 30 dias de muito trabalho e serviços de zeladoria sendo executados em toda a cidade”, destacou o prefeito.

O mutirão teve início com uma frente de drenagem em Jundiapeba. Os trabalhos estão sendo executados pelas equipes da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos e começaram pela rua Alício de Carvalho, que está recebendo uma nova tubulação para drenagem de águas pluviais, de 1,5 metros de diâmetro, no trecho entre a avenida Lourenço de Souza Franco e a rua Nito Sona.

Além da Alício de Carvalho, serão beneficiadas pelos trabalhos vias como Laurindo Pereira, Adriano Pereira, Dolores de Aquino, José de Souza Branco e Francisco Soares Marialva.

Os serviços são feitos de acordo com a realidade de cada trecho. Assim, em alguns pontos, estão sendo utilizadas tubulações de diâmetro menor e o pacote contempla tanto a substituição de redes antigas quanto a implantação em locais até então desprovidos de tubulação.

O objetivo é melhorar o sistema de drenagem do distrito, resolvendo trechos críticos e minimizando a ocorrência de enchentes e alagamentos nos períodos de chuva.

Além da frente de drenagem, a Prefeitura também vai reforçar a zeladoria da cidade com ampliação da Operação Tapa-Buraco, da manutenção em estradas vicinais e dos trabalhos de capinação. Na questão de reparos asfálticos, a meta é que o número de buracos tapados por mês salte de 2 mil para 4 mil. Já a manutenção em estradas rurais deve saltar de 500 para 800 quilômetros atendidos/mês. Na capinação, por fim, o objetivo é sair de 800 mil metros quadrados para chegar a 1,2 milhão de metros quadrados/mês.

Outra ação que faz parte do megamutirão são obras de recapeamento asfáltico. Dentro desse período de 30 dias, as equipes farão asfalto novo na rua Pedro Machado, no trecho entre a avenida Brasil e a rua Dr. Deodato Wertheimer, que tem 430 metros lineares. Na sequência, serão atendidas as ruas Maria Almeida Vasques e Antônio Castilho Gualda, em Sabaúna.

Também estão previstos no mutirão obras de contenção de encostas no Botujuru, o atendimento a todas as demandas de vazamentos de água e esgoto, a retomada dos trabalhos de pintura de guias das principais ruas da cidade e o início da operação de um novo maquinário para a desobstrução de galerias e bocas de lobo do município.

O investimento da Prefeitura neste megamutirão é de aproximadamente R$ 7 milhões. (Lívia de Sá)