Pinacoteca de Mogi das Cruzes é fechada após furto de obra

Secretaria de Cultura

17 de abril de 2019
Acessibilidade

A Pinacoteca de Mogi das Cruzes teve de ser fechada na tarde desta quarta-feira (17/04), após a identificação do furto de uma obra de arte. O espaço permanecerá sem atividades até que o caso seja devidamente apurado.

A ausência da peça foi percebida por funcionários da Pinacoteca às 15 horas desta quarta-feira (17/04). O episódio foi oficializado como furto ao patrimônio em boletim de ocorrência, lavrado no 1º Distrito Policial de Mogi das Cruzes.

A obra subtraída é a imagem da santa Nossa Senhora da Conceição, que pertencia à Diocese de Mogi das Cruzes. A peça está devidamente catalogada, inclusive no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O bispo diocesano, Dom Pedro Luiz Stringhini, foi comunicado do ocorrido pelo secretário municipal de Cultura e Turismo, Mateus Sartori.

Nesta quinta-feira (18/04), a Prefeitura abrirá um processo administrativo com caráter investigativo, para ouvir todas as pessoas que têm acesso à Pinacoteca. Não há sinais de arrombamento no prédio.

A obra compunha a exposição “Arte Sacra em Mogi das Cruzes”, que estava em cartaz desde setembro do ano passado. A exposição ocupava três salas do andar superior da Pinacoteca e reunia obras dos séculos XVII, XVIII e XIX, entre altares, oratórios, imagens e outros fragmentos históricos. (Lívia de Sá)