Assistência Social promove mobilização no Dia de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças

Secretaria de Assistência Social

17 de maio de 2017
Acessibilidade
O Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, 18 de maio, é lembrado anualmente em Mogi das Cruzes

A Secretaria Municipal de Assistência Social, por meio do CRAS - Centro de Referência da Assistência Social da Vila Nova União, promove uma mobilização para lembrar o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. O evento reunirá diversas atividades de orientação e conscientização sobre o tema e será realizado nesta quinta-feira, das 9 às 11 horas, e das 14 às 16 horas, na rua Joaquim de Mello Freire Júnior, altura do nº 1.530, Vila Nova União.

A mobilização social será realizada em parceria com entidades e instituições que prestam atendimento a crianças e adolescentes como a AMDEM (unidades 1 e 2), Centro Familiar Maria Medianeira (Projeto Geração Nova União), CEU das Artes Vila Nova União, CREAS, Associação Missionária Catequista do Sagrado Coração (Projeto Estrela), Núcleo Aprendiz do Futuro, Conselho Tutelar Centro e as Escolas Estaduais Narciso Yague Guimarães e Camilo Faustino de Melo.

Nos últimos dois meses, a Rede Socioassistencial vem trabalhando o tema com crianças e adolescentes dos serviços de convivência e fortalecimento de vínculos com o objetivo de enfrentar e prevenir a violência sexual e divulgar as formas de apoio diante das situações apontadas, como o Disque 100.

O dia 18 de Maio foi instituído pela Lei Federal 9.970/00 como o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”. Isso porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade, que teve todos os seus direitos humanos violados, foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade. O crime, apesar de sua natureza hedionda, até hoje está impune.

A proposta do “18 de maio” é destacar a data para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos sexuais de crianças e adolescentes.

Dados

O Comitê Municipal de Prevenção e Combate às Violências tem entre suas atribuições coletar as notificações de violências e boletins de ocorrência para fins estatísticos e fomentar políticas públicas para o enfrentamento das diversas formas de violências. No ano de 2016, foram notificados 93 casos de violência sexual e destes 69 ocorreram contra crianças e adolescentes no município de Mogi das Cruzes. Em 2017, até 15 de maio, já foram notificados 33 casos de violência sexual e destes 24 são em crianças e adolescentes.