Avenida Cívica recebe neste domingo os desfiles do Carnaval Mogi das Cruzes 2020

Secretaria de Cultura

20 de fevereiro de 2020
Acessibilidade

Neste domingo (23/02), a Avenida Cívica, no Mogilar, será palco para os desfiles das escolas de samba da cidade, pelo Carnaval Mogi das Cruzes 2020. A programação começa às 20h30, com o desfile do Bloco 60 Mais, que será seguido por cinco agremiações: Guerreiras de Fogo, Acadêmicos da Fiel, Unidos da Vila Industrial, Acadêmicos do São João e Estação 1ª de Brás Cubas. A previsão é que o último desfile tenha início à 1h.

Como em todos os anos, a grande preocupação da Prefeitura é com a segurança. Por isso, haverá profissionais como guardas municipais, agentes de fiscalização de Posturas, policiais, bombeiros, brigadistas e também seguranças particulares, para garantir a tranqüilidade durante as festividades.

Não será permitida a entrada no perímetro da festa com bebidas alcoólicas e a venda de bebidas e alimentos será feita por empreendedores de rua cadastrados na Prefeitura. Também estará vetada a comercialização de bebidas em latas de alumínio e garrafas de vidro. Apenas copos plásticos poderão ser usados.

A Avenida Cívica estará interditada e o estacionamento de veículos poderá ser feito na avenida Professor Ismael Alves dos Santos e outras vias das imediações. Na rua Masuzo Naniwa, só será permitido o trânsito local. Haverá bloqueios e revista nas entradas da avenida Cívica, também com vistas à segurança de todos os presentes.

Em caso de urgências e emergências, o Samu deve ser acionado pelo telefone 192, porém haverá posto médico no Ginásio Municipal Professor Hugo Ramos funcionando das 19h às 2h e também ambulância de plantão nas imediações da Avenida Cívica.

As equipes de limpeza pública também estarão presentes com profissionais e containeres, para garantir que objetos e detritos sejam removidos da avenida tão logo termine cada desfile, além de promover a limpeza das imediações. Já o Serviço Municipal de Águas e Esgotos (Semae) manterá um posto de hidratação na entrada da avenida, local onde as escolas fazem a concentração.

A entrada é livre e gratuita a todos os interessados. A estrutura montada pela Prefeitura na Avenida Cívica segue o modelo adotado em 2019, mais simples, visando economicidade de recursos públicos. O fato de os desfiles acontecerem em apenas uma noite também entra no planejamento de contenção de gastos.

O investimento da Prefeitura de Mogi das Cruzes no Carnaval 2020 é de R$ 324 mil, incluindo a infraestrutura e demais itens da Avenida Cívica, os repasses para as escolas de samba e também o apoio ao Carnaval de Rua.

Desfiles das escolas de samba

21h - Guerreiras de Fogo – A escola Guerreiras de Fogo será a primeira e entrar na avenida, logo após o desfile do Bloco 60 Mais. A agremiação vai levar à passarela o tema da cultura e arte nordestinas, abordando itens como o cangaço, os trabalhos artesanais, a literatura de cordel, o afroxé e o candomblé, o maracatu, o frevo e também a vaquejada e a festa junina. O título do enredo é “Não troco meu oxente pelo ok dessa gente”.

22h – Acadêmicos da Fiel – Segunda escola a se apresentar na Avenida Cívica, a Acadêmicos da Fiel terá como enredo “Saúde: um bem comum que necessita de educação para sua promoção e prevenção”. Assim, a agremiação terá um desfile de conscientização, traçando um panorama da saúde no Brasil, falando sobre a importância das políticas públicas para o setor, sobre a saúde dentro das escolas, sobre os médicos da rede pública, sobre campanhas de prevenção, entre outros itens.

23h – Unidos da Vila Industrial – A Vila Industrial será a terceira agremiação a desfilar. Com o ennredo “O Canto das Três Raças”, a escola fará uma leitura das três raças predominantes no Brasil, que são os brancos, negros e índios e mostrará a influência delas no aspecto físico do brasileiro e também na arte, cultura, fé, caráter, além das lutas cívicas por direitos. O objetivo da agremiação é recontar um pouco da história da formação do povo brasileiro, além de destacar o direito à liberdade e às mais diversas manifestações

0h – Acadêmicos do São João – A tradicional verde e rosa levará à avenida uma homenagem à Leonardo da Vinci, que intitulam como o maior gênio da humanidade. Farão um passeio pelo fim da Idade Médica e Renascença, destacando as mudanças culturais que ocorreram entre os séculos XIII e XVII, saindo da chamada “idade das trevas”, em que até pesquisas científicas foram proibidas e evoluindo para o momento em que os sonhos e a liberdade de criar e transformar voltaram à cena, tendo da Vinci e suas obras como um dos ápices.

1h – Estação 1ª de Brás Cubas – Conhecida como Brazcubão, a escola de samba tem como enredo deste ano “Romaria Negra, no Altar do Tempo: a Procissão da Vida”. Falará, então, sobre a raça negra e as matrizes africanas, abordando um pouco da história desse povo e a cultura trazida, envolvendo fé, dança, louvores, cantos, enaltecendo as virtudes do povo africano, as injustiças do tempo de escravidão e os importantes valores por eles trazidos e incorporados à cultura do povo brasileiro.

Programa e Apuração

Exceto pelo Bloco 60 Mais, todas as escolas de samba que vão se apresentar neste domingo (23/02) foram previamente inscritas e habilitadas a receberem apoio financeiro da Prefeitura. A transferência de recursos ocorre em direta conformidade com o cumprimento do Programa de Carnaval 2020. 

Na próxima segunda-feia (24/02), dia seguinte aos desfiles, já serão realizados a apuração e divulgação das notas, com o anúncio da campeã e entrega de troféus. O evento está marcado para as 9 horas, no Centro Cultural de Mogi das Cruzes, porém a apuração efetiva das notas terá início a partir das 10h30. (Lívia de Sá)